Revistas de Invenção – Boletim de Ariel

BOLETIM DE ARIEL

A editora Ariel, fundada por Gastão Cruls em 1930, foi uma das mais importantes do seu tempo. Nela, saíram livros como Cacau, de Jorge Amado, São Bernardo, de Graciliano Ramos e Espíritos de nosso tempo, de Gilberto Amado. A editora publicou também uma revista própria, que servia de divulgação dos seus títulos mas também abriu espaço para uma renovação da crítica literária. Editada por Gastão e Agripino Grieco, o Boletim de Ariel durou até 1937 e contou com colaborações de autores como Murilo Mendes e Lúcia Miguel Pereira. Com tiragem alta e grande repercussão, foi um dos principais veículos de divulgação e pensamento crítico sobre a literatura daquele momento.

Em entrevista para a Folha da Manhã, em 1957, Agripino Grieco relembra: “Trabalhei com Teo Filho e com o Pereira da Silva em O Mundo Literário. Mais tarde, fundei com Gastão Cruls o Boletim de Ariel, que durou sete anos e onde colaborou a melhor gente do Brasil. Não tínhamos preocupações de escolas, de paróquias literárias. Queríamos apenas talento nos colaboradores.”

BOLETIM DE ARIEL 2

Categories:

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: