fbpx

No Mundo do Groove: Tania Maria – Come With me (1983)

Tania Maria – Come With me (1983)

Nascida no Maranhão em 1948, Tania Maria já tocava o piano aos sete anos, e ainda criança, se mudou com a família para Volta Redonda, no RJ. Aos 12 anos, vencia o programa de calouros de Ary Barroso, na Radio Nacional. Antes dos 18 anos já havia casado e iniciado estudos em Direto, abandonando para seguir com a Música, e em1969 e 1971, lançando os álbuns “Apresentamos Tânia Maria” e “Olha quem chega”, respectivamente. Sempre enfrentou o machismo e conservadorismo em ambientes de trabalho, mas o trauma emocional devido à uma abordagem policial agressiva, típica do período ditatorial que o país atravessava em 1974, a levou rumo à Paris, onde pode apresentar seu estilo único de tocar piano e técnica apurada, abusando dos scats e recursos vocais, obtendo reconhecimento pela Europa e sendo convidada pela gravadora norte americana Concord Jazz, o que a levou aos EUA para gravar, entre outros discos; “Come with me”, com músicas próprias e em parceria com Regina Werneck, com exceção da releitura para “Embraceable you”, dos irmãos Gershwin (talvez uma jogada da gravadora para maior aceitação no mercado norte americano). Meus destaques são; “Euzinha”, onde Tânia canta um painel afetivo, trazendo signos relativos as suas origens e sua tia, “Come with me”, mais conhecida do disco, que traz a fusão jazz-funk-samba pela qual vários artistas brasileiros são conhecidos (vide Banda Black Rio, Azymuth, Airto Moreira), e que foi regravada no mesmo ano, com letra em português e rebatizada de “Vem menina”, no álbum “Mais que um momento”, de Emílio Santiago, e “Nega”, um slow samba, cadenciado, pontuado lindamente pelo piano e vocais bilíngues da Tånia, emulando até uma cuíca, ao longo da faixa. Ao longo do disco, as linhas de baixo e a percussão dão um brilho a mais, vindo a somar com os vocais poderosos e o jeito totalmente único de tocar e interpretar que Tânia Maria tem, destacando os músicos José Neto (guitarra) e Portinho (bateria-percussão).Tânia volta para a França anos mais tarde, e com mais de 30 álbuns na discografia, continua se apresentando e produzindo.

#nomundodogroove

Categories:
%d blogueiros gostam disto: