Logo Revista de Cultura
 

Neste segundo episódio Joice Marino assina uma belíssima ambientação sonora, que ela chama de experimento artesanal, baseado no texto que publicamos sobre a pesquisa da artista Cecilia Cavalieri, era setembro de 2020. Foi o segundo post da Coluna Translação, e bravamente sobrevivemos até aqui. Não sei como foi possível, mas três meses depois, (a ideia é que seja trimestral mesmo), estamos no Spotify com nosso segundo capítulo. Uhul!

É com essa energia de fim do mundo que viemos apresentar um novo olhar sobre a obra, só que agora através do áudio, este outro meio de comunicação a ser desvendado em cada episódio trimestral que publicaremos neste espaço que nos abriga, o site Revistas de Cultura. Por dentro da narrativa de Joice, há um trabalho minucioso de escuta que dá lugar a uma espécie de acalanto sonoro que ressoa de um lugar gutural, onde esparramamos nossos sentidos com deleite.

Unir essas duas artistas está sendo um grande momento para a Coluna Translação. A obra de Cecília, traz para nós um aconchego de alguém que se transladou por díspares coagulações até chegar no título de quase formada, ou quase doutora em leite. O jorro de suas tetas foi tão grande, assim como o voo de suas ideias, que inevitavelmente chegaram à França, onde publicou, em língua francesa, o LA FEMME – o que ela não chama de livro e sim de dispositivo contracolonial de discurso filosófico. Audaciosamente, num belo dia de setembro, o livro foi publicado em Floriparis, pela editora Psémata [um selo artimanhoso da Cultura & Barbárie], em 2019. Agora a obra ganha nova roupa através do trabalho de Joice, que nos faz viajar para uma constelação chamada Via Láctea.

Releia a entrevista com Cecilia Cavalieri

Ouça o Podcast Translação

O Podcast Translação é uma criação de Joice Marino com texto de Érica Magni

O segundo episódio é sobre a obra de Cecilia Cavalieri

Por Érica Magni

Outono 2021